Direito previdenciário
Furlaneto Advocacia - Escritórios de Advocacia em Curitiba - Ação de Cobrança em Curitiba

Direito previdenciário

As prestações previdenciárias são divididas em dois grupos: benefícios e serviços. Podemos afirmar que o benefício é a prestação previdenciária com conteúdo pecuniário, enquanto o serviço não possui essa característica. A previdência social oferece, como serviços, a habilitação/reabilitação profissional e o serviço social, sendo ambos devidos a segurados e dependentes.

Habilitação E Reabilitação Profissional

A habilitação e a reabilitação profissional e social deverão proporcionar ao beneficiário incapacitado parcial ou totalmente para o trabalho, e às pessoas portadoras de deficiência, os meios para a (re)educação e de (re)adaptação profissional e social indicados para participar do mercado de trabalho e do contexto em que vive (art. 89 da Lei n. 8.213/1991).
A reabilitação profissional compreende:

  • _
    • 1) o fornecimento de aparelho de prótese, órtese e instrumentos de auxílio para locomoção quando a perda ou redução da capacidade funcional puder ser atenuada por seu uso e dos equipamentos necessários à habilitação e reabilitação social e profissional;
    • 2) a reparação ou a substituição destes aparelhos, desgastados pelo uso normal ou por ocorrência estranha à vontade do beneficiário;
    • 3) o transporte do acidentado do trabalho, quando necessário.

A habilitação e a reabilitação profissional e social são devidas em caráter obrigatório aos segurados, inclusive aposentados e, na medida das possibilidades do órgão da Previdência Social, aos seus dependentes.
Será concedido, no caso de habilitação e reabilitação profissional, auxílio para tratamento ou exame fora do domicílio do beneficiário.
Concluído o processo de habilitação ou reabilitação social e profissional, a Previdência Social emitirá certificado individual, indicando as atividades que poderão ser exercidas pelo beneficiário, nada impedindo que este exerça outra atividade para a qual se capacitar.
A dispensa de pessoa com deficiência ou de beneficiário reabilitado da Previdência Social ao final de contrato por prazo determinado de mais de 90 (noventa) dias e a dispensa imotivada em contrato por prazo indeterminado somente poderão ocorrer após a contratação de outro trabalhador com deficiência ou beneficiário reabilitado da Previdência Social.
Ao Ministério do Trabalho e Emprego incumbe estabelecer a sistemática de fiscalização, bem como gerar dados e estatísticas sobre o total de empregados e as vagas preenchidas por pessoas com deficiência e por beneficiários reabilitados da Previdência Social, fornecendo-os, quando solicitados, aos sindicatos, às entidades representativas dos empregados ou aos cidadãos interessados.

Entre em Contato
Furlaneto Advocacia - Escritórios de Advocacia em Curitiba -  Como receber auxílio doença em Curitiba

Nome *
E-mail *
Telefone *
Mensagem:

NOSSOS PARCEIROS
Furlaneto Advocacia - Escritórios de Advocacia em Curitiba - Ação de Cobrança em Curitiba

Comercial no melhor sentido, nossos parceiros fornecem conhecimentos especialistas e colaboram estreitamente para atender a todas necessidades.